Os bandidos da receita: servidores corruptos vinculados à lava-jato extorquiam dinheiro de empresários

2 de outubro de 2019 16:19

A PF deflagrou uma operação chamada Armadeira nesta quarta-feira, dia 02 de outubro de 2019, e cumpriu 14 mandados de prisão.

O principal alvo desta operação foi o auditor Marco Aurélio Canal, que é apontado como chefe da quadrilha.

Canal supervisionava a equipe de programação da Lava-Jato, que atuava posteriormente às investigações encabeçadas por Dallagnol na cobrança de impostos dos investigados.

Canal tinha acesso aos dados dos investigados, dentre eles o enriquecimento ilícito, sonegação e evasão de divisas.

A quadrilha contatava os empresários e propunha o cancelamento das multas milionárias que pendiam sobre eles em troca de propina.

Receba informações em primeira mão