Categorias: COAFMPFPolicial
| Publicado em
10 de outubro de 2019 14:53

COAF: todo mundo quer botar a mão e o MPF não fica pra trás.

Já está claro que o COAF é um dos órgãos que esta mais apto para fiscalizar crimes financeiros e aqueles que são atinentes (tráfico de drogas, corrupção, sonegação fiscal, etc.).

Nesse aspecto, há uma grande luta entre os poderes para colocar rédeas sobre este órgão que é um dos mais poderosos da nossa República.

Nao perdendo a corrida, o Ministério Público Federal, um dos principais parceiros do COAF, aponta que a Câmara que militares ou civis não devam integrar cargos técnicos da Unidade de Inteligência Financeira. retire da medida provisória que remodelou o Coaf a possibilidade de que militares e pessoal da iniciativa privada ocupe cargos técnicos no órgão.

Além desta recomendação, o MPF inseriu o seu “Cavalo de Tróia” no ofício encaminhado para a Câmara: o de que todos os dados do COAF devem ser compartilhados diretamente consigo sem nenhuma intervenção.

Anúncio

O MPF é o principal órgão de combate à corrupção e aos crimes financeiros em nosso país e, caso a Câmara entenda e adote a recomendação do MPF, ele se tornará o órgão mais eficiente, mais absoluto e mais assustador de toda a nossa República.

Caros leitores, compartilhem a sua opinião sobre esta medida.

Seria ela uma forma de combater mais eficazmente os crimes financeiros e conexos ou seria ela uma forma do MPF se empoderar e perder o controle sobre tanto poder que obterá?